domingo, 1 de novembro de 2009

A Deusa e a Lua

A Deusa está intimamente relacionada à Lua por uma série de motivos. A relação mais clara é a de que a Lua cresce e declina, refletindo as alterações no corpo das mulheres quando estão grávidas. A Deusa rege o crescimento e o próprio tempo.

A Lua é o símbolo do princípio feminino, representando potencialidades, estados de espírito, valores do inconsciente, humores e emoções, receptividade e fertilidade, mutação e transmutação. As fases da Lua caracterizam aspectos da natureza feminina e representam os estágios e as transformações na vida da mulher.

As deusas lunares são conhecidas por traços ligados às quatro fases da Lua: nova, crescente, cheia e minguante, sendo que as deusas têm as seguintes faces: Donzela, Mãe e Anciã, além da face “negra” que se manifesta em todas elas, sendo a sua sombra.

Indo mais além, podemos traçar um paralelo associando a tríade da Lua com um pentagrama onde temos nascimento, iniciação, amor, paz e morte. Isso porque a Deusa manifesta-se em todo o ciclo da vida. Esses cinco estágios estão inseridos em nossas vidas, mas também podem ser percebidos em cada novo empreendimento nosso. Parte do treinamento de cada bruxa implica períodos de meditação sobre a Deusa em cada um de seus aspectos.

A Donzela se relaciona à lua nova e crescente, aos novos inícios. A Mãe é representada pela lua cheia, abundante. A Anciã é representada pela lua minguante e negra, senhora das sombras.

A Grande Deusa Lunar está associada aos nascimentos virginais, ligada à vida e à morte e é a geradora de visões. A virgindade, antigamente, significava “não-casada”, e não como é conhecido hoje. Dizer que uma virgem deu à luz um filho não significava que ela nunca teve relações sexuais, mas que não era casada.

Em diversos mitos, a Deusa Lunar geralmente controla um filho que cresce e se torna seu amante. Ele então morre, para renascer de novo como seu filho. Isso reflete os mistérios lunares nos quais os eventos cronológicos não têm importância, pois a Deusa Lunar controla o seu próprio tempo.

A Deusa da Lua é associada aos fluidos de todos os tipos, invariavelmente, pela própria influência da Lua sobre a Terra.

Mito da Roda do Ano ...

Em Yule, a escuridão reina como se estivéssemos no caldeirão da Deusa. Assim, o Rei das sombras transforma-se na Criança da Promessa, o Filho do sol, que deverá nascer para restaurar a Natureza.

Em Imbolc, a luz cresce, o Deus nascido em Yule se manifesta com todo seu vigor, e a Criança da Promessa cresce com a vitalidade e é festejada, pois os dias tornam-se visivelmente mais longos e renova-se a esperança.

Em Ostara, luz e sombras são equilibradas. A luz da vida se eleva e o Deus quebra as correntes do inverno. A Deusa é a Virgem e o Deus renascido é jovem e vigoroso. O amor sagrado da Deusa e do Deus é a promessa do crescimento e da fertilidade.

Em Beltane, a Deusa se transforma em um lindo Cervo Branco e o jovem Deus é o Caçador alado. Ao ser perseguida pela floresta, o Cervo Branco se transforma em uma linda mulher, e assim Eles se unem e a sua paixão sustenta o mundo.

Chega então Litha, A Deusa é a Rainha do Verão e o Deus, um homem de extrema força e virilidade. O Sol começa a minguar e o Deus começa a seguir rumo ao País de Verão. A Deusa é pura satisfação e demonstra isso através das folhas verdes e das lindas flores do verão.

Em Lammas, a Deusa dá a luz e o Deus novamente morre pela Deusa. A Deusa precisa de sua energia de vida para que a vida possa crescer e prosseguir. O Deus se sacrifica para que a humanidade seja nutrida, mas através do grão Ele renasce. No ápice de sua abundância, ele retira através Dela.

Em Mabon, as luzes e as trevas se equilibram novamente; porem o Sol começa a minguar mais rapidamente. O Deus torna-se então o Ancião, o Senhor das Sombras.

Chega novamente Samhain e então o ciclo recomeça, e assim tudo retorna a Deusa.

Assim sempre foi e será!


Halloween, o Ano Novo na Wicca e a importância de Samhaim para os pagãos...

Roda do Ano wiccan na verdade é um ciclo que não tem começo nem fim, mas Samhaim é considerado tradicionalmente o Ano Novo na Wicca, pela sua simbologia de morte e suspensão do véu entre os mundos. Na verdade, mesmo os mitos celtas giram em torno do que acontece na natureza. Inverno, primavera, verão e outono representam, na verdade, nascimento, crescimento, decadência e morte, e a roda gira continuamente.

"Em Samhain, o Festival do retorno da Morte, os portões dos mundos se abrem e a Deusa transforma-se na Velha Sábia, a Senhora do Caldeirão, e o Deus é o Rei da Morte que guia as almas perdidas através dos dias escuros de Inverno."

O ritual seguinte ao de Samhaim é o ritual de Yule (solstício de inverno), no hemisfério norte, ou Litha (solstício de verão), no hemisfério sul, para quem celebra a roda de forma mista (sabás maiores na data tradicional e sabás menores de acordo com as estações).

Mesmo para quem não é wiccan, mas tem certa simpatia pela cultura celta, Samhaim é aquela época que nem se quiséssemos nós poderíamos ignorar, porque está em todo lugar. E, tirando as neuras a respeito do que é falado sobre Halloween, o importante é nós sabermos do que se trata e curtir as dezenas de festas que acontecem nessa época, e mesmo organizar eventinhos em casa junto com nossos amigos, familiares ou coveners (se você fizer parte de um, claro). É sempre o melhor momento para lembrarmos de nossos ancestrais e comemorar com os parentes que ainda estão vivos.

Samhaim e Beltane são considerados os dois grandes festivais celtas porque marcam as metades clara e escura de um ano completo. Muitos wiccans preferem celebrar Samhaim em 30 de abril, pois as estações daqui são invertidas de acordo com o hemisfério norte. Como o nosso site tem amigos tanto no hemisfério sul quanto no hemisfério norte, nós preferimos manter as datas originais da cultura que tal evento se origina, para não virar tudo uma imensa e desnecessária confusão. Mas cada um celebra como achar que lhe convém.

Créditos:Bruxaria.net

sábado, 31 de outubro de 2009

Wicca-Tradições


A diversidade da Wicca exprime-se nas práticas de diferentes pessoas ou grupos. Encontramos indivíduos que se assumem como monoteístas, politeístas, panteístas, e adeptos de tradições para quem apenas a Deusa é importante, ao lado de outras que dão o maior ênfase à polaridade, aos rituais e nomes de divindades retirados de todas as religiões conhecidas (e por vezes mesmo de obras fantásticas), nas mais variadas combinações cujos membros se relacionam num clima de aceitação e harmonia.

Nas grandes reuniões, como o Pagan Spirit Gathering realizado anualmente em Winsconsin (E.U.A.) onde se juntam algumas centenas de pessoas, o relacionamento pauta-se por respeito e aceitação. Durante uma semana realizam-se dezenas de rituais e workshops das mais diversas tradições sem que haja o mais leve atrito "teológico". Pelo contrário, o que se nota é uma constante curiosidade pelas crenças e rituais alheios e o desejo de partilhar e conhecer diferentes vivências religiosas.

A Wicca é comumente formada por uma tradição. Tradição é um método específico de ação, atitude ou ensinamentos que são passados de geração para geração. Na Wicca, a palavra Tradição tem um significado diferente: uma Tradição é um conjunto específico de rituais, ética, instrumentos, liturgia e crenças.

Resumindo, uma Tradição é um subgrupo específico dentro da Wicca. Hoje muitas pessoas estão confundindo o que é uma Tradição da Bruxaria. Muitos afirmam que a Wicca é uma Tradição, o que não é verdade! A Wicca não é uma "tradição", mas sim uma Religião que possui diversas Tradições. Cada Tradição tem sua própria estrutura, rituais, liturgias, mitos próprios que são passados de praticante para praticante. Mas todas elas seguem o mesmo princípio filosófico:

- A celebração da Deusa e do Deus através de rituais sazonais ligados à Lua e ao Sol, os Sabbats e Esbats;

- O respeito à Terra, que é encarada como uma manifestação da própria Deusa.

- A magia é vista como uma parte natural da Religião e é utilizada com propósitos construtivos, nunca destrutivos;

- O proselitismo é tido como inadmissível. A Filosofia, os ritos, as concepções são muito diversas e radicalmente diferentes de uma Tradição para outra. Com frequência isso ocorre dentro de duas dissidências da mesma Tradição.

às vezes uma Tradição pode não reconhecer um iniciado em outra Tradição e por isso é muito comum ouvirmos relatos de Bruxos que se iniciaram em duas, três ou quatro Tradições distintas. Outras Tradições porém são mais flexíveis e acolhem Bruxos de outras Tradições em seu segmento. Cada Tradição tem seu próprio Livro das Sombras, contendo seus Ritos sagrados e idéias sobre a Divindade e é muito comum uma Tradição afirmar que o seu Livro é o único descendente do primeiro Livro das Sombras redigido.

Outro ponto de divergência entre as Tradições relaciona-se à hierarquia. Algumas são extremamente hierárquicas, enquanto em outras a hierarquia é inadmissível e tida como tabu. Algumas Tradições aceitam e incentivam seus membros à praticarem a Bruxaria sozinhos, enquanto em outras é terminantemente proibido a prática mágica de qualquer tipo fora do Coven e sem a supervisão do Sacerdote ou Sacerdotisa. Isto ocorre porque na Wicca não existem nenhum dogma ou liturgia fixa e na maioria das vezes o único ponto em comum que une as inúmeras Tradições é a crença na Deusa, criadora de tudo e de todos e a supremacia Dela em seus cultos. Talvez seja esta ausência de coesão que tenha conseguido fazer com que a Bruxaria sobrevivesse através dos séculos, depois de tantos massacres, cruzadas e propagandas enganosas. E talvez seja esta mesma falta de coesão que faça tantas pessoas se voltarem às práticas Pagãs, pois a Bruxaria é uma Religião adequada àqueles que sentem que sua forma de contatar o Divino é demasiadamente individual para se adaptar às imposições e dogmas estabelecidos pela maioria das Religiões.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Poder e Proteção parte II

*Cuidado com as pessoas que gostam de pegar no seu braço ou apontar para seu peito quando falam com você. Dê um passo para trás e mire-as firmemente nos olhos. Algumas dessas pessoas podem gostar de alimentar-se da sua boa energia.

*Guarde pregos, agulhas e outros objetos pontiagudos dentro de um pote fosco e lacre-o hermeticamente. Coloque-o em um lugar bem visível da sua casa, mas jamais revele seu conteúdo. Este é um dos mais potentes amuletos contra mau-olhado para nosso lar ou ambiente de trabalho.

*Dois pedacinhos de canela colocados em forma de cruz na porta ou atrás da escrivaninha formam um bom amuleto protetor para seu local de trabalho. A canela é consagrada ao Sol e este afasta as trevas.

*Uma boa maneira de afugentar as energias negativas de sua casa é colocando na porta de entrada o desenho de uma espiral ou pendurando uma espiral de prata. A espiral é um símbolo da Deusa e funciona como uma armadilha que aprisiona todas as forças negativas.

*Para atrair criaturas pequeninas como gnomos, fadas e elfos coloque em seu altar mel, leite, gengibre e cristais. Eles também vão gostar de música alegre e incenso de flores.

*Para atrair os espíritos guardiães, costuma-se enfeitar a casa no último mês do Ano com um arranjo feito com todos os tipos de conchas. Coloque no centro do arranjo uma vela verde.Quando o final do Ano se aproximar acenda a vela e peça que seus guardiães mágicos protejam seu lar durante todo o Ano que vai entrar.

*Esta oração mágica tem o poder de atrair os espíritos guardiães do nosso lar. Pronuncie-a sempre que se sentir desprotegido: "Pequeninos guardiães / Seres da luz infinita / De dia me tragam a paz / De noite os dons da Magia / Invisíveis guardiães / Protejam os quatro cantos da minha alma / Os quatro cantos da minha casa / Os quatro cantos do meu coração!"

*Uma marionete de madeira pendurada na sala de estar pode ser um ótimo guardião mágico segundo a Magia germânica. Dizem que esses bonecos carregam consigo a alma da madeira com que foram feitos e têm a capacidade de harmonizar e trazer boas energias para seu lar.

*Não é aconselhável usar anéis no dedo médio, você jamais verá um mago ou uma bruxa fazendo tal uso. Este dedo é um receptador de energia, um anel neste local impossibilita tais energias de bem circular.

*Muitas vezes nos sentimos pequeninos diante de certas situações ou lugares. Uma receita rápida para enganar o medo é imaginarmos que crescemos e nos tornamos gigantescos. Dessa maneira, enxergando as coisas que nos ferem diminuírem diante de nosso tamanho, sentimo-nos mais fortes e tranqüilos.

*As folhas de louro podem ser utilizadas para uma interessante Magia de poder. Durma com algumas folhas debaixo do seu travesseiro toda vez que tiver alguma situação importante para resolver no dia seguinte. Dessa maneira o elemental desta planta permanecerá a seu lado por um certo período, dando-lhe força e poder pessoal.

*Amarre uma chave, de preferência daquelas bem antigas, numa fita vermelha e pendure atrás da porta. Esta tradição mediterrânea ajudará você a guardar a entrada da sua casa, garantindo-lhe proteção a cada saída.

*Corte uma batata grande, faça um buraco no meio e coloque ali uma noz-moscada. Ela ficou parecida com um olho? A idéia é essa mesma. Isto é Magia imitativa. O "olho de batata" serve contra a inveja. Deve ser colocada em algum lugar bem alto em sua casa. Depois de dois dias jogue-a fora e faça outra sempre que quiser.

*Ao acordar pela manhã, sente-se e cubra-se com o lençol de maneira que seu corpo esteja totalmente envolvido como uma tenda. Pense no dia que está pela frente e medite sobre aquilo que você mais necessita. Este pequeno exercício de meditação teve origem entre os sacerdotes celtas e chama-se "A Tenda de Merlin". Com ele você leva para seu dia somente as coisas boas.

*Um antigo costume cigano para ter uma noite tranqüila consiste em perfumar os quatro cantos da cama com essências florais.

*Sempre que for pela primeira vez na casa de uma pessoa, leve um presente, nem que seja uma flor. Essa é uma maneira respeitosa de se pedir licença às novas energias e de se fazer bem recebido por elas.

*Segundo a tradição cigana pode-se fazer uma pergunta às salamandras acendendo uma vela laranja. Se a chama ficar alta a resposta é sim, se ficar baixa a resposta é não.

*Escreva sobre a casca de uma cebola a palavra "Protectus" (protegido, em latim) e guarde-a num lugar escondido de sua cozinha. A cozinha, laboratório alquímico da bruxa, é o lugar sustentador da vida numa casa. Logo, protegê-la de perigos invisíveis e conservar seu astral sempre limpo é recomendável.

*Um segredo das bruxas é dar nome a todos os seus objetos pessoais. Em Magia acredita-se que quando nomeamos alguma coisa estamos na verdade conferindo poder.

*A espiral representa um dos aspectos da Grande Mãe. Pode ser comparada ao crescente e ao minguante da Lua. é um símbolo de poder e energia. Espirais usadas como adornos e enfeites são poderosos talismãs das Deusas.

*Os druidas acreditavam que o dente do siso servia para um misterioso sortilégio: "teinm laegda" (iluminação do canto). Diziam que colocando o polegar debaixo do dente e mordendo-o, o poder mágico da pessoa aumentava grandemente.

*Uma prática centenária de proteção ao lar consistia em lavar as mãos assim que chegasse da rua. Isso não é apenas um medida higiênica, mas um ritual que marca a passagem do espaço profano para o sagrado.

*Para proteger seu quarto de más influências, ferva uma rosa vermelha junto com folhas de limoeiro e borrife por todo o ambiente. Isso transforma seu quarto em um lugar seguro.

*Quando viajamos sempre ficamos mais vulneráveis pois nos afastamos de nosso lugar de poder, por isso, sempre que partir para alguma viagem leve com você um saquinho com um pouco de verbena e alecrim. Isso protegerá você e seus pertences durante o tempo que estiver viajando.

*Sempre que cumprimentar com um aperto de mão olhe bem dentro dos olhos da pessoa. é num cumprimento que energias negativas e a inveja se transferem com mais facilidade. Dessa maneira você estará protegido e seguro.

*A ametista é uma pedra purificadora. Coloque uma ametista dentro de um copo de cristal com água mineral. Proteja o copo com um lenço de seda branco durante uma noite. No dia seguinte retire a ametista e tome a água. Dizem que esta prática purifica o espírito e clareia a mente.

*Para purificar seu lar prepare um mistura de água mineral com sal e essência de alecrim ou arruda. Introduza uma rosa vermelha na mistura e borrife com ela todos os cantos da sua casa. Quando terminar jogue o conteúdo fora e coloque a rosa em um vaso. Faça isso a cada dois meses.

*Uma antiga tradição conta que a primeira coisa que vemos ao acordar determina os rumos do dia. Então é bom colocar ao alcance dos nossos olhos coisas bonitas e inspiradoras. Uma imagem religiosa, objetos de arte, fotos de entes queridos etc. O importante é enxergar coisas que nos agrade. Afinal, os olhos são a porta da alma.

*É importante conectar-se com a Terra para sentir-se seguro e forte. Uma boa maneira de recarregar-se com a energia da Grande Mãe é sentir toda sua plenitude abraçando demoradamente um árvore ou deitando-se confortavelmente em um jardim. é assim que somos alimentados com seu leite espiritual.

*Esteja sempre aberto para os sinais da Mãe Natureza, quando uma flor, pétala ou folha aparecerem diante de você trazidas pelo vento, preste atenção. Estes podem ser presentes das fadas e ótimos talismãs, guarde-os dentro de seus livros preferidos.

*Para ter um Ano próspero e cheio de alegria coloque em uma cesta doze maçãs (cada uma representando um mês do próximo Ano). Em um dos últimos dias do Ano leve a cesta para um bosque ou jardim, coloque-a em um lugar bem escondido e ofereça aos gnomos.

*O Feitiço de proteção do Lar de Lugh é relativamente simples. Numa Terça-feira, em lua minguante, pegue um vidro com tampa, pintado de preto, vários objetos de ferro pontiagudos (que possam caber dentro do vidro), uma turmalina negra, uma obsidiana, um ônix e uma vela preta. Coloque todos os objetos dentro do vidro, menos a vela. Feche-o. Acenda a vela sobre a tampa e recite: "Eu peço aos Deuses da Proteção / Para que estejam comigo / Que este feitiço seja atado / Para proteger minha casa / E todos que vivem comingo / Pelo poder de três vezes o três / Que assim seja / Que assim se faça!" Coloque o vidro em cima da porta de entrada de sua casa e jamais revele o que há dentro dele para não quebrar o feitiço.

*Para descobrir o seu Animal Guardião, deite-se num lugar tranqüilo, faça uma contagem de 7 a 1, procurando relaxar todo o corpo. Imagine-se entrando numa caverna escura, onde encontrará vários animais. Pergunte a cada um deles se é o seu Animal Guardião. Se o animal ficar em silêncio e ir embora, a resposta é negativa. O animal que lhe responder será o seu Guardião, por toda a vida. Não revele a ninguém o seu Guardião!

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Eclipse total do Sol escurecerá a China a uma semana dos JO...

HONG KONG (AFP) — O eclipse total do Sol que escurecerá a China nesta sexta-feira, uma semana antes da abertura das Olimpíadas, é um fênomeno temido pelos chineses, mas não vai perturbar a grande festa esportiva, garantiram os astrólogos.


Esse eclipse será visível por 1 bilhão de pessoas em seu percurso do "nordeste do Canadá (9h30 GMT/6h30 de Brasília), passando pelo noroeste da Groenlândia, oceano glacial Ártico, norte siberiano e o oeste da Mongólia", até ser concluído na China (11h20 GMT/8h20 de Brasília), de acordo com o site do IMCCE (Mecânica Espacial e Cálculo de Efemérides) de Paris.


"Os eclipses solares sempre foram associados a catástrofes ou à infelicidade. Não existe, porém, nenhuma base científica para esta crença", afirmou Peter So, eminente astrólogo chinês e especialista em Feng Shui em Hong Kong.


"Entretanto, parte dos acontecimentos pós-eclipse podem se explicar pelo impacto psicológico do fenômeno sobre as pessoas", ponderou.

Mak Ling-ling, outro especialista de Hong Kong em astrologia chinesa, acredita que o eclipse possa trazer uma leve instabilidade política assim como problemas nos transportes e nas redes de comunicação em Pequim.


"Podemos prever manifestações e caos nas ruas, mas isso não terá conseqüências graves para as autoridades chinesas", declarou.

A perspectiva do eclipse total uma semana antes do início dos Jogos não perturba os atletas chineses.

"As equipes nacionais costumam me consultar para pedir conselhos na hora de escolher os atletas, mas ninguém veio me ver sobbre o eclipse", acrescentou Mak.

Para descrever um eclipse total de sol, os chineses utilizam a expressão "ri quan shi", que significa "o sol está inteiramente comido".

"No passado, os chineses acreditavam que um dragão celeste ou um cão devorava o sol durante o eclipse", explicou So.

"Isso explica porque muitas pessoas batem em tambores ou panelas quando vêem um eclipse. A idéia é afugentar o animal", acrescentou.

O fenômeno também era considerado como um meio de prever o futuro. Reza a lenda que há mais de 4.000 anos, dois astrólogos chineses que não haviam previsto um eclipse foram decapitados.

Hoje, as Bolsas parecem reagir ao fenômeno celeste. "Não chega a ser surpreendente. Alguns estão reticentes em investir no dia de um eclipse total", declarou o físico Cheng Kai-ming.


De um modo geral, So prevê uma grande volatilidade dos mercados financeiros durante as Olimpíadas.

Raymond Lo, mestre de Feng Shui, considerou que a data da abertura dos Jogos (8 de agosto) tem, segundo o calendário chinês, tendência a atrair desastres ligados à água, o que a eclipse poderia acentuar.

"É o ano do rato, o mês do macaco e o dia do dragão. Tivemos a mesma combinação no dia 26 de dezembro de 2004, quando uma tsunami devastou o sudeste asiático", lembrou Lo.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Poder e Proteção...

*A ágata proporciona uma boa acolhida por onde quer que passemos. Por isso, é sempre bom levar um dessas pedrinhas conosco. A ágata abre espaço para que você entre na casa e no coração das pessoas.

*O cristal de rocha é uma pedra muito utilizada pelos bruxos preguiçosos, pois acelera a vitalidade e afasta a apatia. Ela deve ser guardada em um saquinho de couro com ramos secos de arruda e um pouco de tabaco.
*Para afugentar a melancolia e a tristeza, faça um saquinho de algodão branco recheado de bétula seca e amarre-o junto ao pé da cama. Essa antiga Magia tem o poder de renovar nosso estado de espírito.*Dizem que romãs abertas colocadas na janela de casa afastam todo o mal. Isto porque a romã representa a união fraterna e a família feliz.
*Para afastar um mal que nos incomoda, escreva as palavras-chaves desse problema em uma vela branca, de preferência com mais de 20cm. Acenda a vela e peça aos seres do fogo que queimem esse mal que você quer destruir. Quando a vela acabar, seus problemas terminarão. Assim conta uma antiga tradição da bruxaria galesa.

*Toda planta possui seu elemental próprio. Se você tem vasos com plantas em casa e quer conquistar a simpatia do duende que ali habita coloque no vaso balinhas coloridas, amoras ou outras pequenas frutinhas. Dizem que assim eles ficam tão felizes que trazem alegria e proteção para o lar.
*Para que uma festa seja repleta de alegria e sucesso, costuma-se colocar em uma taça de vinho tinto quatro folhas de verbena. Depois de bem misturados, deve-se jogar algumas gotas desse preparo no chão onde os convidados irão circular.